segunda-feira, 10 de julho de 2017

Já há aldeias a trocar eucaliptos por espécies autóctones para se defenderem dos fogos


Já há aldeias a trocar eucaliptos por espécies autóctones para se defenderem dos fogos


Quem seguirá o exemplo de Ferraria de São João e de Casal de São Simão?
Moradores das aldeias Ferraria de São João e Casal de São Simão, afectadas pelo fogo do mês passado em Pedrógão Grande, que vitimou 64 pessoas e terá provocados prejuízos de 500 milhões de euros, estão cansados de promessas e discursos. Para proteger os seus lares, vão arrancar eucaliptos e plantar espécies de árvores portuguesas resistentes ao fogo.
Em dez anos, Casal de São Simão, a única aldeia histórica de xisto no distrito de Leiria, foi ameaçada três vezes por incêndios no eucaliptal que a cerca. Passado o fogo, os proprietários com terrenos à volta da aldeia correm a replantar as árvores. Continua aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário